Explore a Estratégia de Marketing de Proximidade

Marketing de Proximidade, já ouviu falar? Conheça o que ele irá fazer por você e sua empresa.

 

Em 2006, havia menos de três bilhões de assinaturas de serviços de telefonia celular móvel. No final de 2011, esse número mais do que dobrou para cerca de seis bilhões de assinaturas de celulares. Só no Brasil, em 2018, foram contabilizados cerca de 240 milhões de celulares.

Os dispositivos móveis se tornaram um marco da sociedade moderna e a maneira preferida de acessar conteúdo digital. Com isso os profissionais de marketing, bem-sucedidos de hoje, precisarão entender como se conectar com sucesso aos consumidores móveis.

O marketing de proximidade ajuda empresas e agências de serviços a fazer exatamente isso. Aproveitar o poder de direcionamento da tecnologia WiFi e Bluetooth. Os profissionais de marketing poderão levar uma variedade de mensagens de marketing a consumidores próximos e que estejam desejosos de fazer uma compra.

 

Aliando o WiFi Marketing com o Marketing de Proximidade tudo é possível.

 

O que é o Marketing de Proximidade?

O marketing de proximidade, às vezes chamado de marketing hiperlocal, usa tecnologia celular. Essa tecnologia é utilizada para enviar mensagens de marketing a usuários de dispositivos móveis que estão próximos a sua empresa. O mercado é definido por aqueles com tecnologia Bluetooth ou WiFi. A mensagem é enviada eletronicamente por empresas que desejam se conectar digitalmente com consumidores próximos.

Por meio do sinal WiFi ou Bluetooth, os profissionais de marketing de proximidade enviam conteúdo semelhante a um programa de aplicativo móvel (app). Este conteúdo aparece automaticamente nos dispositivos móveis dos consumidores. O público é limitado àqueles que estão próximos à empresa e àqueles que usam seu sinal WiFi ou Bluetooth. A mensagem é muito amigável e atinge os que têm maior probabilidade de visitar a sua loja, por já estar próximo a ela. Muitas vezes essas pessoas se quer pensaram em entrar ou retornar a sua loja.

Voce sabe o que é GEOFENCING? Entenda o que é e o que pode fazer para lhe ajudar.

 

Algumas aplicações para o Marketing de proximidade

Qualquer empresa que esteja operando em um local fixo pode implementar uma estratégia de marketing de proximidade. Alguns exemplos incluem:

  • Grandes varejistas, como a Ikea ou a Macy’s, enviam mapas de suas lojas e cupons ou ofertas.
  • Solicitar para que se inscrevam em seus programas de fidelidade ou recompensas.
  • Os hotéis podem informar os hóspedes sobre eventos e promoções no local.
  • Os restaurantes podem enviar seus menus / especiais diários, cupons, ofertas ou talvez enviar Quiz para ajudá-los a passar o tempo enquanto esperam que a mesa esteja pronta.
  • Os shoppings podem oferecer um benefício de marketing de proximidade aos seus inquilinos, reunindo um pacote de cupons ou oferecendo um desconto em qualquer varejista do shopping.
  • Aeroportos e rodoviárias podem fornecer mapas ou exibir anúncios que podem ser vendidos a destinos turísticos locais.

Pessoas que fazem discursos em centros comunitários podem, por exemplo, fornecer importantes anúncios de seus serviços ou informações sobre eventos a participantes do público. Além disso, os fornecedores de feiras que comercializam seus produtos em uma convenção podem enviar informações promocionais ou educacionais para os participantes a partir de sua localização atual.

 

Algumas estratégias para o Marketing de proximidade

  • Cupons Digitais On-the-Spot: Esta estratégia permite que os varejistas enviem cupons promocionais digitais. Os possíveis compradores que estão próximos a suas lojas poderão ser incentivados a irem comprar. Pode ser uma ferramenta poderosa para aproveitar os tempos de tráfego intenso. Para testar o interesse em um novo produto ou estimular as vendas em um dia lento.
  • Sinalização Digital Interativa: Os sinais digitais atraentes, embora não tenham o poder de penetração de uma mensagem digital enviada para todos os telefones celulares nas proximidades, ainda podem ser altamente eficazes no engajamento dos clientes. Um quiosque digital fora de uma sala de cinema, por exemplo, pode permitir que os clientes naveguem em suas escolhas e assistam a visualizações com base em seus gostos e preferências individuais.
  • Marketing de QR Code: Um dos mais recentes avanços no marketing de proximidade é o QR Code. As empresas passaram a usar QR como uma forma de se conectar com os clientes. Novamente, essa estratégia é um pouco passiva, já que os clientes precisam escolher escanear o código de barras com o smartphone. Isso requer menos tempo e atenção do que a sinalização digital. Os compradores podem digitalizar on-line e se conectar ao conteúdo no local ou marcá-lo como favorito e voltar a ele mais tarde.

 

Que tipos de clientes são efetivamente atingidos com o Marketing de proximidade

Com mais de 230 milhões de telefones celulares nas mãos dos consumidores no Brasil e com o número aumentando de forma constante, os telefones se tornaram uma necessidade básica do século XXI. Isso faz com que praticamente todos os consumidores sejam potencialmente suscetíveis a uma campanha de marketing de proximidade. Especialmente os consumidores mais jovens e mais experientes em tecnologia, que são mais propensos a ter smartphones e usá-los durante as compras.

Locais como shoppings, grandes lojas de varejo e feiras, onde os consumidores geralmente gastam pelo menos uma ou duas horas, são áreas privilegiadas para uma campanha de marketing de proximidade. Esses clientes estão comprando ativamente. São também mais propensos a serem persistentes e abertos a informações de marketing de proximidade, promoções e sugestões. Um dos principais benefícios do marketing de proximidade é que suas mensagens atingem uma alta porcentagem de clientes potenciais que estão próximos a você.

 

Como é desenvolvido e empregado um plano de marketing de proximidade

O objetivo principal do plano de marketing de proximidade é conectar-se com os clientes. Eles estarão próximos de seus negócios ou serviços e, com isso, estimulá-los a entrar em ação.

No caso de mensagens móveis, é importante considerar a inclusão de um componente opcional na sua campanha. Cada vez mais, os clientes valorizam o controle sobre as mensagens que recebem e desejam privacidade de solicitações indesejadas. Um convite de ativação simples, entregue por meio de um dispositivo móvel. Exemplo: “Você gostaria de um desconto de 20% em suas compras hoje?”, Pode envolver efetivamente os consumidores próximos sem parecer invasivo demais para sua experiência de compra.

Dispositivos móveis são feitos para mensagens curtas e interação rápida. Há uma intensa concorrência pela atenção e tempo do usuário do dispositivo móvel. Ao desenvolver um plano de marketing de proximidade, as mensagens devem ser aprimoradas para serem claras, concisas e impactantes!

O tempo do profissional de marketing de proximidade com o cliente em potencial é curto. Por isso é essencial criar metas para essa interação.

Se o objetivo é direcionar o máximo possível de tráfego para o negócio e maximizar as vendas naquele dia, um cupom eletrônico ou oferta especial pode ser a melhor estratégia. Se a loja tiver uma alta taxa de rotatividade, o objetivo pode ser fazer uma conexão com os clientes, oferecendo incentivos para que eles retornem.

Uma vez que o plano de marketing de proximidade seja desenvolvido e implementado, ele deve ser constantemente monitorado e ajustado. A natureza digital e interativa da maioria das campanhas de marketing de proximidade oferece a vantagem da coleta de dados em tempo real das taxas de resposta e sucesso. Se uma mensagem não for conectada, ela poderá ser ajustada com facilidade e rapidez.

 

Conheça o WiExp Flow, e conheça os seus recursos.